terça-feira, 20 de junho de 2017

honra samurai

OS 13 ASSASSINOS

Filme japonês de 2011 retrata ação de samurais no final do período feudal

Resultado de imagem para os 13 assassinos

  No Japão de 1844, próximo do final do período feudal, cerca de 20 anos antes de o Japão entrar na era contemporânea chamada de Meiji, o filme Os 13 Assassinos (Jûsan-nin no Shikaku, 2011) narra a corajosa história de treze guerreiros que se unem e partem numa arriscada missão suicida na tentativa talvez desesperada de fazerem justiça contra crimes bárbaros cometidos pelo cruel Lorde Naritsugu, meio irmão do Xogum, portanto de origem nobre, mas um tirano sem nenhum escrúpulo que estrupa e mutila uma mulher indefesa e mata cruelmente qualquer um que cruze seu caminho.
  Dirigido por Takashi Miike e roteirizado por Daisuke Tengan e Kaneo Ikegami, como tantos épicos japoneses o filme faz um belo e fiel retrato da época dos samurais, mas com a diferença de anunciar o fim da era dos bravos guerreiros que segundo a narrativa praticamente já não atuavam mais, como diz um personagem em certo momento "hoje em dia espadas só servem para cortar rabanete". Outro detalhe importante nesse contexto é que a pólvora já vinha sendo bastante utilizada e obviamente logo surgiriam armas de fogo no Japão, embora nenhuma apareça na narrativa, mas enfim, o tempo dos samurais já se aproximava do final.

Resultado de imagem para os 13 assassinos

  Contudo a honra, principal atributo do samurai é algo que jamais será ultrapassado, sendo este o fio condutor que leva o guerreiro a lutar por uma causa e a morrer pela mesma se for preciso. Shinzaemon Shimada, um maduro e experiente samurai interpretado por Kôji Yakusho, comove-se ao ver mulher, nora de um amigo seu e que fora violentada e mutilada por lorde Naritsugu (Gorô Inagaki), uma vida semi destruída e que possivelmente jamais reecontraria felicidade, pois o marido da moça fora morto cruelmente pelo tirano. Tal atrocidade, bem como como outras cometidas não poderiam ser ignoradas e a justiça tinha que ser feita a qualquer custo.

Resultado de imagem para os 13 assassinos
Shinzaemon em combate

  Movido pelo senso de honra, Shinzaemon tomara a decisão de reunir o maior número possível de guerreiros, no caso 13, para partir numa arriscada missão para encontrar lorde Naritsugu e aplicar-lhe a devida punição antes que o lorde chegasse aos domínios de sua província, pois junto de sua comitiva ele estava voltando para o seu reino após ter cometido os horrendos crimes.
Resultado de imagem para os 13 assassinos
Lorde Naritsugu e seus soldados
   Treze assassinos não chega a ser uma obra original já que trata-se de uma refilmagem sendo o original de 1963, além de guardar certas semelhanças com Os Sete Samurais (1954), clássico de Akira Kurosawa. Tal semelhança se deve não apenas pela formação de um grupo em busca de justiça, mas também pela ótima batalha final contra os soldados do lorde, que ocorre em uma vila transformada numa espécie de forte. Entretanto a batalha que Miike aqui retrata é bem mais empolgante ao mostrar toda a estratégia dos 13 guerreiros em montar armadilhas e planejar emboscadas nos becos da vila a fim de abater quantos adversários puderem, já que estes são em maior número.
Resultado de imagem para os 13 assassinos
Os 13 aguardando o exército de Naritsugu
   Ação e drama mesclados em uma narrativa épica do melhor modo que o cinema japonês sabe fazer em seus contos de samurai, algo que também se assemelha aos grandes westerns hollywoodianos com tantas narrativas sobre lendários pistoleiros. A obra de Miike sustenta-se em sua cuidadosa direção sem apelar demais para efeitos visuais e ótima escalação de elenco. Os 13 Assassinos foi lançado em alguns cinemas brasileiros em meados de 2012 e ganhou certa popularidade por meio de downloads ilegais. Ainda em 2011, o cineasta também comandou o excelente Hara-Kiri: Death of Samurai, outro conto sobre os guerreiros da terra do sol nascente. Mas isto é um assunto para um outro post. Ambos podem ser apreciados em Dvd e Blu-Ray ou pelo Netflix. (R.A.)


TRAILER

Resultado de imagem para os 13 assassinos

Os 13 Assassinos (Thirteen Assassins, Japão Inglaterra, 2011)

Direção: Takashi Miike

Roteiro: Daisuke Tengan e Kaneo Ikegami

Elenco: Kôji Yakusho, Gorô Inagaki, Takayuki Yamada, Yusukê Iseya, Kazue Fukiishi, Hiroki Matsukata

domingo, 11 de junho de 2017

dica feroz

Logan encontra-se em pré-venda nos 

formatos digitais

Resultado de imagem para logan blu ray steelbook


Logan (DVD)  Logan possivelmente é ou logo será considerado pela maioria do público como o melhor filme de um personagem da Marvel tanto quanto um dos melhores filmes de personagem de quadrinhos de um modo geral. Grande sucesso no primeiro semestre deste ano o filme arrancou aplausos no festival de Cannes e emocionou público e crítica em todo o mundo, além é claro de ter agradado imensamente legiões de fãs do icônico herói que até então estavam decepcionados com as aventuras anteriores e que não faziam jus à essência dos quadrinhos.  

Resultado de imagem para logan blu ray  Belamente dirigido por James Mangold que também dirigiu Wolverine Imortal (2013), o cineasta captou perfeitamente a essência do personagem e sem dúvida é o diretor que melhor explorou o talento de Hugh Jackman que ao encarnar Wolverine pela última vez, simplesmente fez uma das melhores interpretações de sua carreira até o momento, senão a melhor, já que o ator imprime em Logan uma profundidade que até então só fora vista nos quadrinhos e que os fãs tanto esperaram ver no cinemas. O filme já pode ser adquirido em lojas virtuais em DVD, Blu-ray e também na edição  especial Steelbook também em Blu-ray trazendo a versão em preto-branco chamada de Noir e vários extras contendo curiosidades dos bastidores da produção. Logan é mais do que um filme baseado em quadrinhos, é uma obra-prima. 



quinta-feira, 8 de junho de 2017

poder feminino

MULHER MARAVILHA

Filme estrelado por Gal Gadot abre novo e revolucionário capítulo na história dos super-heróis no cinema

Resultado de imagem para mulher maravilha

   De alguns anos pra cá a DC Warner vem cometendo algumas adaptações não muito agradáveis tanto para a legião de leitores de histórias em quadrinhos quanto para o público em geral. Filmes como Lanterna Verde, Batman Vs Superman e Esquadrão Suicída revelaram-se muito abaixo da expectativa apresentando roteiros um tanto duvidosos e argumentos nada convincentes. Entretanto esse passado recente e obscuro já pode começar a ser esquecido desde o dia 1 de junho, quinta-feira passada, quando Mulher Maravilha finalmente ganhou as telas do cinema em sua primeira e incrível aventura, algo que certamente mudará os rumos da atual história do cinema.
  Dirigido por Paty Jenkins, primeira diretora a comandar um filme de super-herói, álias, neste caso super-heroína, o filme vem surpreendendo público e crítica não apenas por ser a melhor adaptação da DC em anos, mas principalmente por conseguir colocá-la no mesmo nível dos demais super-heróis que já reinam nas telas do cinema há um bom tempo no cinema moderno. O roteiro escrito por Allan Heinberg traz rapidamente a origem de Diana Prince (Gal Gadot) em Themyscira, ou ilha Paraíso provavelmenet localizado em terras gregas, um local habitado somente por mulheres que passam a vida estudando e treinando artes de combate para proteger a humanidade em tempos de guerra.

Resultado de imagem para mulher maravilha 2017
Mulher Maravilha é a maior super-heroína de todos os tempos. Nem mesmo a editora
Marvel tem uma personagem tão popular quanto Diana Prince

Resultado de imagem para mulher maravilha 2017   Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) acidentalmente cai próximo à praia em seu avião, ele é avistado por Diana, salvo por ela e levado à ilha para dar explicações à rainha Hipolita e às amazonas. A história situa-se na época da Primeira Guerra mundial e Diana vê a presença do piloto e espião como um sinal de que o mundo precisa dos poderes de uma amazona para que a humanidade tenha chance de sobreviver e então ela decide partir junto com Trevor e ajudá-lo na guerra.

  Com muita ação e doses equilibradas de humor, o filme tem certas semelhanças com Capitão América por se tratar de uma aventura de guerra e Jenkins prova que sabe comandar cenas de ação tão bem ou até melhor do que diretores homens filmando de maneira bastante fluída de modo a aproveitar todo o potencial físico de Gal Gadot que treinou intensamente para o papel e provou ser não apenas uma ex-modelo que se tornou atriz, mas também uma feroz combatente na pele da princesa guerreira.
Resultado de imagem para mulher maravilha 2017
Na vida real Gal Gadot já foi Miss Israel e também serviu o exército israelense

  Orçado em 149 milhões de dólares, o filme vem causando surpresas nas bilheterias já que fez US $100,5 milhões no primeiro fim de semana quebrando o recorde de estréia de Homem de Ferro (2008) que detinha a marca de 98 milhões. Agora, após uma semana de sua estréia, a aventura da guerreira amazona já vez nada menos que US$ 300 milhões em bilheteria mundial e já se consolida como um dos maiores sucessos do ano além de ser uma das maiores bilheterias para um filme dirigido por uma mulher. Em meio a altos e baixos, o universo cinematográfico da editora DC ganha sua melhor forma até o momento em Wonder Woman que precede o filme Liga da Justiça, o qual também estreará neste ano. Assim sendo, que o reinado da princesa guerreira tenha vida longa e próspera nos cinemas, nos atuais tempos de empoderamento feminino. (R.A.)

TRAILER


Resultado de imagem para mulher maravilha 2017


Mulher Maravilha (Wonder Woman, 2017)

Direção: Paty Jenkins

Roteiro: Allan Heinberg

Elenco: Gal Gadot, Chris Pine, Connie Nielsen, Robin Wright, Danny Huston

   

segunda-feira, 5 de junho de 2017

mega dicas

LANÇAMENTOS EM DVD E BLU-RAY


Resultado de imagem para a grande muralha dvd  Exibido nos cinemas em fevereiro deste ano, A Grande Muralha revelou-se um grande espetáculo visual numa divertida aventura co-produzida entre o cinema chinês e Hollywood. Estrelado por Matt Damon que interpreta um aventureiro europeu com habilidade notável em arco e flecha que junto de seu parceiro (Pedro Pascal) unem-se aos guerreiros chineses para uma grande batalha. O filme não tem grandes pretensões narrativas apresentando-se apenas como uma fantasia épica inspirada em lendas chinesas sobre supostas criaturas monstruosas chamadas Tao Tei que habitavam a região onde foi erguida a grande muralha da China. A direção é de Zhang Yimou, cineasta conhecido por obras como Herói (2002) e O Clã das Adagas Voadoras (2005). O filme já se encontra disponível em dvd e blu-ray. 





Resident Evil 6: O Capítulo Final (Blu-Ray 3D) (Blu-Ray)  
   Exibido nos cinemas em janeiro, Resident Evil 6: Capítulo Final, traz a última aventura da franquia estrelada por Milla Jovovich no papel de Alice, a corajosa caçadora de zumbis cuja saga iniciada em 2002 pelo cineasta Paul W. S. Anderson e também finalizada por ele consolida-se como a mais bem sucedida adaptação de uma saga de vídeo-game para as telas do cinema. Mesmo não agradando totalmente os fãs dos games, a franquia agradou e muito o público em geral que abraçou Alice como uma das maiores heroínas do cinema moderno. O filme já está lançado em dvd e blu-ray e também em 3D, porém com vendas esgotadas em algumas lojas virtuais. 





quarta-feira, 31 de maio de 2017

ação road movie

COMBOIO DE CARGA PESADA

Há 40 anos Chuck Norris estrelava sua primeira aventura nos cinemas

Imagem relacionada
  Em 1977 estreava nos cinemas norte-americanos o primeiro filme da carreira do então futuro astro Chuck Norris. O campeão norte-americano de karatê já aparecera nas telas anos antes, em 1972 no filme O Vôo do Dragão, num papel coadjuvante travando um confronto épico com o lendário Bruce Lee em meio às ruínas do coliseu de Roma.  Por indicação e incentivo do astro Steve McQueen, Norris decidiu seguir o conselho de seu amigo e aluno e tomou a sábia decisão de ingressar no mundo do cinema e seu primeiro papel como protagonista se deu neste Comboio de Carga Pesada (Breaker Breaker), o início de jornada de sua longa carreira.
  Na década de 1970 dentre várias tendências cinematográficas surgiu em Hollywood uma onda de filmes com estórias de caminhoneiros valentões e bons de briga, subgênero conhecido como trucksploitation, fórmula que deu muito certo resultando numa boa safra desse tipo de aventura que perdurou até meados dos anos 80 com sucessos como Agarra-me Se Puderes (1977) e Desta Vez Te Agarro (1980), dentre outros.

Resultado de imagem para breaker breaker


  Dirigido por Don Hulette e roteirizado por Terry Chambers, Comboio de Carga Pesada funciona como uma aventura de western contemporâneo já que se ambienta em uma pequena cidade chamada Texas City, obviamente localizada no estado do Texas num local um tanto afastado de grandes cidades. Dominada por um juiz maluco e policiais corruptos que costumam indiciar caminhoneiros e viajantes por infrações não cometidas a fim de estorquir dinheiro dos pobres desavisados. Billy (Michael Augestein), um jovem e inexperiente caminhoneiro tem a infelicidade de parar nesta cidade e como não tem grana para se livrar do jogo sujo dos policiais, ele permanece preso aguardando a sentença.

O juiz de Texas City
   J.D. Dawes (Norris), experiente caminhoneiro e irmão mais velho de Billy, percebe o sumiço de seu irmão que já não liga há dias e para descobrir seu paradeiro resolve fazer uma busca por conta própria pegando estrada rumo à Texas City à bordo de sua estilosa van. Dawes, além de caminhoeiro é perito em artes marciais, combinação perfeita para o herói que protagoniza tal tipo de aventura na qual terá de enfrentar os policiais e mais um bando de sujeitos briguentos da pequena cidade para poder resgatar seu irmão caçula e enfrentar a fúria do juiz Joshua Trimings, interpretado pelo ótimo ator George Murdock.
Imagem relacionada

  Recheado de situações inusitadas e um tanto engraçadas, o filme parece não se definir exatamente como uma aventura ou comédia de ação, o que revela a falta de experiência tanto do diretor quanto do roteirista, tornando-se em alguns momentos uma comédia involuntária, pois é difícil segurar o riso ao ver os tipos patéticos da pequena cidade que parecem estar no filme apenas para servir de alvo dos chutes e socos de Dawes. Entretanto Hulette consegue demonstrar certo talento em cenas de ação bem filmadas e especialmente nos momentos finais numa cena de luta entre Dawes e o chefe de polícia. A cena que é um duelo desarmado foi belamente retratada em câmera lenta e ambientada num curral com a presença de um belo cavalo preto dando algum significado de força e selvageria ao duelo.


Resultado de imagem para breaker breaker
Norris coreografou todas as cenas de luta do filme


  Por incrível que pareça apesar do título do filme aqui no Brasil, não há exatamente um comboio, exceto no final quando aparecem alguns caminhões e invadem a pequena cidade embora não sejam tantos para justificar o nome de Comboio de Carga Pesada, o que torna o título apenas sugestivo. Não chegou a ser um grande sucesso de bilheteria já que no mesmo ano de estréia o grande sucesso truckploistation foi Agarra-me Se Puderes, estrelado por Burt Reinolds. Contudo valeu para Norris demonstrar suas habilidades em cenas de luta e definir o perfil de ação que o tornaria um astro nos anos seguintes. Exibido poucas vezes na Tv aberta, o filme pode agora ser melhor apreciado em dvd e blu-ray. (R.A.)


Resultado de imagem para breaker breaker
Um dos cartazes originais


TRAILER



Imagem relacionada


Comboio de Carga Pesada (Breaker Breaker, 1977)

Direção: Don Hulette

Roteiro: Terry Chambers

Elenco: Chuck Norris,George Murdock, Terry O´Connor, Don Gentry, Michael Augenstein


domingo, 21 de maio de 2017

aventura estradeira

LOUCA ESCAPADA

Há mais de 40 anos Spielberg fazia sua grande estréia nas telas do cinema

Resultado de imagem para louca escapada

  Em 1974 estreava nos cinemas norte-americanos o primeiro filme dirigido por Steven Spielberg bancado por um estúdio de Hollywood. Louca Escapada (Sugarland Express) marcava então a estréia do jovem cineasta nos grandes estúdios. Após o estrondoso sucesso de Encurralado (Duel, 1971) três anos antes, filme televisivo que deu destaque à Spielberg, ele fora então escalado para dirigir uma aventura um tanto hilária e ao mesmo tempo dramática ao contrário de Duel que era um filme de suspense e trazia uma trama extremamente tensa. Porém, Sugarland Express é também uma história ambientada em um longo percurso de estrada e o talento do diretor para tal empreitada resultou também em um grande sucesso, o início da brilhante carreira do lendário cineasta de hoje.
  Roteirizado por Spielberg em parceria com Hal Barwood e Matthew Robbins, Sugarland Express é baseado em uma história real ocorrida em 1969 no Texas, na qual o casal de fugitivos Robert e Ila Fae Dent sequestraram o policial Kenneth Crone e sendo perseguidos por carros de polícia, helicópteros e a imprensa local, empreenderam uma incrível fuga passando por diversas cidades do estado até chegarem à casa da mãe de Ila Fae. Uma história no mínimo curiosa que cedo ou tarde ganharia alguma adaptação nas telas do cinema.

Resultado de imagem para sugarland express

  O casal em questão tiveram seus nomes alterados na versão cinematográfica para Lou Jean Poplin e Clovis Michael Poplin, respectivamente interpretados por Goldie Hawn e Willian Atherton. O talento cômico e o carisma de Hawn que a tornou famosa na época deu o tom adequado de descontração para que a trama fosse menos tensa embora seja repleta de situações ora engraçadas, ora dramáticas, mas sem perder o ritmo contagiante típico de aventura road movie.

Resultado de imagem para sugarland express


  A trama tem início com Lou Jean visitando seu marido Clovis Michael em um presídio em que ele está cumprindo pena. Lou Jean executa um surpreendente plano de fuga do qual Clovis obviamente não esperava e acaba aceitando para não decepcionar a esposa, pois Lou Jean, uma ex-detenta recém liberta quer desesperadamente viajar para reencontrar seu filho que é pouco mais que um bebê e fora adotado por um casal que reside na cidade de Sugarland, o destino do casal numa fuga alucinada pelas estradas do Texas.
  Após a fuga discreta o casal Poplin pega a autoestrada e num trecho são parados pelo policial Maxwell Slide (Michael Sacks) por estarem em alta velocidade. Entretanto, durante a abordagem o casal aproveita-se de uma leve distração do policial e lhe roubam a arma passando a dominar a situação. E para que não sejam pegos pela polícia já que seus nomes começam a circular pelos noticiários, resolvem sequestrar o patrulheiro para que ele sirva de escudo para uma fuga bem sucedida.
Resultado de imagem para sugarland express


Resultado de imagem para sugarland express  De modo parecido com a história verdadeira, o casal logo ganha fama em boa parte do país e nas cidades por onde passam são amparados pela população local que passa a admirá-los por saberem que o motivo da fuga é tão somente para reverem o filho pequeno que se encontra sob a guarda de outra família e a fuga do casal é garantida de forma pacífica por capitão Tanner, o chefe de polícia que por meio do rádio controle negocia com Lou Jean para que não firam o policial e não façam nada de errado durante percurso no qual serão acompanhados por um comboio da polícia. Capitão Tanner, figura austera e um tanto paterna foi seguramente interpretado por Ben Johnson, ator veterano que atuou em diversos faroestes.

Resultado de imagem para sugarland express
  Com orçamento de 3 milhões de dólares, o filme foi bem nas bilheterias e colocou Spielberg devidamente dentro dos grandes estúdios de Hollywood. O jovem diretor teve o privilégio de estrear um novo tipo de câmera, Panaflex, o que lhe permitir elaborar cenas complexas filmadas dentro dos carros dos patrulheiros. O filme chegou a ganhar premio de melhor roteiro no Festival de Canne (França) e teve uma indicação na Palma de Ouro.  A fama do cineasta cresceria ainda mais de modo que seu próximo filme foi o que lhe deu fama mundial, Tubarão (Jaws, 1975) que como todos sabem já nasceu clássico tornando-se um dos maiores filme de todos os tempos. A grande jornada de Steven Spielberg estava iniciada rumo ao inevitável sucesso. (R.A.)

TRAILER


Resultado de imagem para louca escapada


Louca Escapada (Sugarland Express, 1974)

Roteiro: Steven Spielberg, Hall Barwood e Matthew Robbins

Direção: Steven Spielberg

Elenco: Goldie Hawn, Willian Atherton, Ben Johnson, Michael Sacks, Gregory Walcott, Steve Kanaly



  


terça-feira, 18 de abril de 2017

dicas quentes

LANÇAMENTOS EM DVD E BLU-RAY


Resultado de imagem para jack reacher sem retorno dvd  Jack Reacher: Sem Retorno foi lançado recentemente nos formatos digitais. Estrelado por Tom Cruise o filme traz uma nova trama protagonizada por Reacher, personagem agora famoso devido ao filme de sucesso Jack Reacher: O Último Tiro estrelado por Cruise em 2013 baseado no livro homônimo escrito por Lee Child. Na nova trama, Reacher retorna à base militar onde serviu, na Virgínia a fim de convidar a major Susan Turner para um jantar. Ao chegar na base, ele descobre que a major está presa sob acusação de ter vazado informações secretas. A partir de então Reacher envolve-se em uma trama intrincada para ajudar a provar a inocência de Susan e descobrir os segredos obscuros da base militar. 







Resultado de imagem para anjos da noite guerras de sangue dvd  A franquia de sucesso Anjos da Noite chega ao seu quinto capítulo com o subtítulo Guerras de Sangue. Exibido nos cinemas em dezembro do ano passado, o filme chegou aos formatos digitais no final de março. A trama traz novamente a personagem Selene interpretada  por Kate Beckinsale. A guerreira vampira que desde o início da saga luta para acabar ou amenizar a guerra secular entre os clãs de lobisomens e vampiros, desta vez em meio a um novo levante, utilizará toda sua influência para negociar um cessar fogo e tentar estabelecer a paz definitiva entre os clãs que disputam o domínio sobre a humanidade. 



terça-feira, 28 de março de 2017

retorno triunfal

KONG: A ILHA DA CAVEIRA

Rei gorila está de volta e inicia seu novo reinado nas telas do cinema

Resultado de imagem para kong a ilha da caveira

  O monstro mais popular da história de Hollywood surpreende púbico e crítica em sua nova versão. Kong: Skull Island (2017) traz de volta o temível gorila pré-histórico com a mesma força e ferocidade de sempre, porém com maior estatura, agora com 30 metros, bem mais alto que o animal visto no filme King Kong de 2005. Desta vez produzido pelos estúdios da Warner Bros ao invés da Universal Studios (que produziu todos os anteriores), Kong abre um novo capítulo para o mítico personagem ao apresentá-lo tanto à novas platéias quanto à nostálgicos fãs.
   Roteirizado por Derek Connolly, Max Boresntein e incrivelmente dirigido por Jordan Vogt-Roberts, diretor que tem apenas um filme no currículo e conseguiu convencer os estúdios a deixá-lo comandar o novo longa, Kong traz um ótimo elenco encabeçado Samuel L. Jackson, John Goodman, Tom Hidleston, John C. Reilly e Brie Larson. Paisagens espetaculares fotografadas nas selvas do Vietnã e também na Austrália compõem o cenário natural da ilha da caveira, lugar extremamente remoto e de difícil acesso além de inóspito, que segundo o cientista Bill Randa, personagem de Goodman, é habitado por criaturas pré-históricas e guarda segredos desconhecidos para o interesse da ciência.

Resultado de imagem para kong skull island


Imagem relacionada
O filme faz ótimas referências: desde Apocalipse Now (1979)
até Inferno no Pacífico (1968)

  Ambientada na década de 1970, a trama é convenientemente embalada por hits musicais de sucesso daquela época, já que os soldados estão sempre ouvindo música nos momentos de folga ou até mesmo quando estão em atividade e assim de  bandas setentistas como Creedance Clearwater Revival, Black Sabath entre outras compõem a ótima trilha sonora do filme de Vogt-Roberts.

Resultado de imagem para kong skull island  Fazer um gorila bípede ao invés de quadrúpede foi uma decisão mais do que certa já que isto ressalta bem mais sua elevada estatura principalmente diante de seus adversários predadores, outras enormes espécies pré-históricas que também habitam a ilha da caveira e são bastante temidas pela tribo de nativos humanos que habita a floresta. As diversas criaturas são desde búfalos selvagens até aranhas gigantes e pássaros pterodáctilos, todos desenvolvidos com muito esmero e realismo, desta vez pelo efeitos visuais da Industrial Light & Magic. E para dar vida aos movimentos e expressões do gorila, o ator Toby Kebbell é quem se submeteu à captura de movimentos, além de também atuar no filme interpretando um dos soldados do coronel Packard (Samuel L. Jackson). 


Resultado de imagem para kong skull island


  O filme vem fazendo bastante sucesso e números expressivos nas bilheterias chegando a superar Logan nas bilheterias americanas durante a estréia. Orçado em 185 milhões de dólares, a nova aventura do lendário gorila é dos mesmos produtores de Godzilla (2014), também um grande sucesso. Mas o rugidos das feras não para por aí, pois tem rezado a lenda que os dois lendários monstros se enfrentarão num dos próximos filmes. Levando-se em conta que filmes de monstro estão na moda em Hollywood não é de se duvidar que isso ocorra. Quem sobreviver, verá.  (R.A.)





TRAILER



Resultado de imagem para kong a ilha da caveira
 Kong: A ilha da Caveira (Kong: Skull Island, 2017)


Roteiro: Derek Connolly, Max Boresntein



Direção: Jordan Vogt-Roberts



Elenco: John Goodman, Samuel L. Jackson, Tom Hildeston, Brie Larson, John C. Reilly, Tobby Kebbell. 


segunda-feira, 20 de março de 2017

em garras

LOGAN

Último filme de Wolverine conquista público e crítica e se consolida como o filme mais ousado da Marvel

Imagem relacionada

  "O homem é o lobo do homem", já dizia o filósofo inglês Thomas Hobbes. Tal citação aplica-se perfeitamente à Logan, que mais do que nunca faz uso de toda sua força e habilidades para enfrentar sua última batalha neste que é o último filme de sua franquia e possívelmente último também da franquia X-Men. Hugh Jackman faz uma total entrega ao personagem que o lançou às telas do cinema há 17 anos e o tornou o astro que é hoje. O ator não apenas encarna o carcaju mutante pela última vez, mas faz um excelente trabalho,uma das melhores interpretações de sua carreira até o momento.
  Entretanto Logan não é único que se torna seu próprio lobo ao ter de encarar os fantasmas de seu passado pela última vez. Aqueles que o perseguem, agentes enviados pela organização que criou a Arma X, ou seja, criaram o esqueleto metálico de Wolverine, também travam sua batalha definitiva contra o mutante canadense em toda sua fúria animal a despeito de sua idade avançada e de algumas limitações. Ostentando uma fotografia extremamente poeirenta, o filme revela-se um excelente road-movie conduzindo o público à derradeira jornada do lendário personagem.

Imagem relacionada


Imagem relacionada  Dirigido com maestria por James Mangold que em 2013 comandara o ótimo Wolverine Imortal, Logan revela-se uma grande surpresa já que é o filme que todos os fãs de quadrinhos aguardaram por anos e uma grande satisfação para os críticos em geral que já o consideram uma obra prima e sem o estereótipo de ser chamado de filme de história em quadrinhos. O roteiro escrito por Mangold em parceria com Scott Frank e Michael Green ambienta a trama no ano de 2029 e surpreende desde o início quando numa briga de rua contra assaltantes tentando roubar seu carro, Logan ao sacar suas garras, uma delas sai pela metade parecendo estar defeituosa além de o personagem mancar e tossir o tempo todo ao longo do filme, sinais da passagem do tempo e de seu óbvio envelhecimento tendo como base a Hq O Velho Logan (Old Man Logan) publicada em 2008.


Imagem relacionada

Imagem relacionada
 
   Como todo grande filme, a obra de Mangold é recheada de grandes interpretações e nesse quesito Patrick Stwart está simplesmente soberbo e também faz a melhor interpretação de sua carreira compondo um professor Xavier extremamente magro e bastante envelhecido, doente e um tanto rabugento devido aos seus 90 anos de idade. Num futuro um tanto distópico onde os X-Men já não existem, Logan, Xavier e Caliban (Stephen Merchant) são o que sobrou do lendário grupo e tudo o que resta ao mutante canadense é cuidar de seu professor já que este se encontra debilitado por alguma doença cerebral degenerativa que ao provocar surtos  faz com que Xavier libere seu poder mental sem nenhum controle, o que pode colocar em risco muitas vidas ou até mesmo toda a humanidade do planeta já que o maior cérebro do mundo encontra-se doente.

Resultado de imagem para logan xavier

   Se as atuações de Jackman e Stwart são dignas de prêmios, a pequena e estreante Dafne Keen também não fica atrás ao interpretar Laura, uma menina mutante que tem os mesmos poderes de Wolverine, ossos de adamantium e um fator de cura avançado. A garotinha britânica de apenas 11 anos interpreta a menina mutante com uma intensidade raramente vista em crianças, até mesmo por ela ter sua estréia como atriz neste filme. A pequena Laura tem um ferocidade espantosa em combate parecendo mais um pequeno animal do que uma mera criança, realmente digna de substituir Wolverine, fato que já ocorreu no universo dos quadrinhos já que ela é a X-23.

Resultado de imagem para logan Laura

   Melancólico e um tanto pessimista, a obra de Mangold retrata com muita coragem um futuro nada bonito e nada esperançoso para a raça mutante, desde sempre retratados como uma de várias minorias que parecem nunca encontrar um lugar ao sol recebendo da sociedade que tanto protegeram apenas desprezo e indiferença. Em sua terceira semana de exibição, o filme já alcançou US$ 500 milhões em bilheteria mundial até o momento, segundo o site Observatório de cinema, tornando-se o filme mais rentável da franquia X-Men. O futuro do herói canadense e de seus companheiros, pelo menos por enquanto, é incerto nas telas do cinema e... sem nenhuma dúvida a despedida do personagem e do ator é digna de lágrimas, mas também de aplausos. (R.A.)

TRAILER


Resultado de imagem para logan
Logan (Eua, 2017)

Roteiro: James Mangold, Scott Frank e Michael Green

Direção: James Mangold

Elenco: Hugh Jackman, Patrick Stwart, Dafne Keen, Stephen Merchant, Boyd Holbrook. 

sábado, 11 de março de 2017

relatório: Elas

MULHERES CORAGEM

O poder feminino toma conta das telas 
do cinema e da TV

Resultado de imagem para mad max estrada da fúria
   É cada vez mais notório que as personagens femininas vem exercendo um protagonismo cada vez mais recorrente no universo da sétima arte, seja no cinema ou na TV nestes últimos anos ou melhor dizendo nestes novos tempos. Na história da humanidade por inúmeras vezes a mulher exerceu papel secundário na sociedade sendo vista apenas como um suporte ou alento  para as angústias do homem que via de regra sempre esteve à frente de tudo e obviamente esse retrato predominou nas telas do cinema desde o início dos tempos modernos, mas... isso tem mudado, já que o pensamento evolui ainda que a passos lentos e naturalmente novos e bem vindos conceitos se formam a ponto de (quase) derrubar velhos e ultrapassados paradigmas mesmo que talvez tardiamente. Entretanto, tarde ou não o poder feminino cada vez mais presente na sociedade mundial reflete também nas telas do cinema e da TV. Aproveitando o mês de março dedicado às mulheres conheçamos neste relatório as personagens nada frágeis que manifestaram seu poder e conquistaram público e crítica. 


IMPERATRIZ FURIOSA

Resultado de imagem para imperatriz furiosa  Em 2015 quando estreou nos cinemas Mad Max: Estrada da Fúria, reboot da consagrada franquia  australiana Mad Max, o público foi surpreendido não só pela reinvenção que o diretor George Miller deu à sua própria obra, mas principalmente pela figura feminina que roubou literalmente a cena de seu filme. A valente Imperatriz Furiosa interpretada por Charlize Theron roubou os olhares do público e da crítica com sua personagem que faz jus ao nome de guerra pelo qual é chamada na surpreendente trama. A força e a energia da destemida personagem foi determinante para o sucesso do filme do filme, até mais do que o próprio Max interpretado por Tom Hardy que mais pareceu coadjuvante ao lado da personagem guerreira. 


ALICE 

Resultado de imagem para Alice Milla Jovovich  Protagonista da franquia de sucesso Resident Evil, a personagem cujo nome lembra uma estória infantil é a última esperança do que resta da humanidade na batalha contra zumbis num mundo pós apocalíptico. Interpretada acertadamente por Milla Jovovich, Alice tem um belo e delicado rosto de menina que contrasta perfeitamente com sua ferocidade em combate na luta contra zumbis e monstros que são aberrações genéticas. Uma heroína apocalíptica tão valente quanto qualquer um dos homens que restam num mundo devastado.


JÉSSICA JONES

Imagem relacionada  Adaptada dos quadrinhos da editora Marvel para uma série produzida pela Netflix, Jéssica Jones é uma detetive particular que tem força física sobre-humana, ou seja, é três vezes mais forte do que um homem. Interpretada por Krysten Ritter, a destemida detetive revela-se uma personagem excepcional investigando com certa naturalidade crimes brutais e misteriosos, mas sem deixar de lado sentimentos femininos que a tornam uma grande mulher apesar de sua força física incomum.


DIANA PRINCE

Resultado de imagem para mulher maravilha  Personagem de histórias em quadrinhos há muito tempo conhecida do público por um seriado de Tv e por desenhos animados, a Mulher Maravilha ganhou sua versão cinematográfica em uma participação do filme Batman Vs Superman, sucesso nos cinemas em 2016. Este ano ela estrela seu filme solo com previsão de estréia para o início de junho deste ano. Criada na ilha das amazonas que é habitada somente por mulheres, Diana é uma princesa guerreira que após ter contato com outras civilizações fora de sua ilha, percebe que o mundo precisa de seus poderes e de sua força sobre-humana na luta contra o mal. 



NATASHA ROMANOFF

Resultado de imagem para natasha romanoff
 Outra personagem originária dos quadrinhos mais conhecida pelo codinome de Viúva Negra, Natasha Romanoff é uma agente russa que trabalha para a S.H.I.E.L.D., órgão ultra-secreto de defesa do governo norte-americano. Natasha é altamentte treinada em artes marciais e em vários tipos de armas de fogo, uma mulher altamente letal. Integrante da equipe de super-heróis Vingadores, ela se envolve em arriscadas missões não apenas junto da equipe, mas também sozinha ou em parceria com o Gavião Arqueiro. Interpretada por Scarlett Johansson, é uma heroína moderna tão bela quanto fatal.