quarta-feira, 25 de maio de 2016

alto mar

NO CORAÇÃO DO MAR

Último filme de Ron Howard reconta história real que 

serviu de inspiração para o clássico livro Moby Dick

   Em dezembro do ano passado estreava no cinemas brasileiros o drama / aventura marítimo No Coração do Mar (2015) com direção de Ron Howard, cineasta com um currículo dinâmico e admirável com vários filmes que trazem uma variedade de histórias que vão desde o suspense policial visto em Cortina de Fogo (1991), passando pelo thriller político Frost/Nixon (2008), o western Desaparecidas (2003) e o recente drama automobilístico Rush: no limite da emoção (2013). Quem conhece a filmografia de Howard percebe facilmente que In The Heart Of  The Sea não foge à regra de ser mais ótima história a entrar para a rica galeria do versátil cineasta. 
  Ambientado em 1820, época em que a navegação era uma atividade fundamental, o roteiro escrito por Charles Leavitt narra a trajetória do baleeiro de nome Essex que partia numa expedição em alto mar para caçar baleias, já que a extração de óleo dos gigantescos animais era na época de fundamental importância para a vida moderna de então, pois era utilizado para vários fins, principalmente na produção de azeite e na iluminação das casas e das cidades.


   No coração do mar é adaptado do livro homônimo escrito por Nathaniel Philbrick, o qual narra a história verídica do baleeiro que durante uma típica expedição em alto mar foi abatido por um enorme cachalote, uma baleia branca que se chocou contra o casco da embarcação provocando o famoso naufrágio do qual restaram poucos sobreviventes. Algumas décadas mais tarde tal relato serviu de inspiração para o livro Moby Dick, romance escrito por Herman Melville e publicado em 1851.
  Chris Hemsworth protagoniza o longa ao interpretar Owen Chase, um experiente pescador que demonstra profundo conhecimento de caça à baleias e que a bordo do Essex acaba por entrar em iminente conflito com George Pollard (Benjamin Walker), capitão da embarcação de postura altiva e um tanto autoritária. Pollard não possui tanto conhecimento quanto Chase a cerca do mar e o clima entre eles torna-se bastante tenso perante a tripulação de um modo que ambos parecem disputar os rumos da expedição enquanto não se dão conta do perigo que os aguarda em relação ao monstruoso peixe o qual pretendem abater.
  Apesar da boa interpretação de Hemsworth (na verdade acima da média), a narrativa do longa é conduzida por Thomas Nickerson, personagem sobrevivente de Brendan Gleeson que narra os eventos ocorridos no passado ao jovem escritor Herman Melville (Ben Wishaw), que algum tempo depois escreveria o romance Moby Dick.


  Mais do que uma aventura marítima, In The Heart Of The Sea revela-se um drama profundo e comovente ao retratar o sofrimento da tripulação que após sobreviver ao naufrágio encontram abrigo em uma praia deserta na qual passam dias e semanas alimentando a esperança de conseguirem regressar para seus respectivos lares... ou ao menos tentarem, o que parece ser impossível dadas às circunstancias da desastrosa expedição na qual se meteram. Como se não bastasse tamanho azar e sofrimento, o monstruoso peixe branco parece rondá-los em suas tentativas de voltar em alto mar em barcos improvisados. Um terror com mais de 10 metros de comprimento sempre à espreita.



  Possivelmente este é o primeiro filme no qual Ron Howard trabalha com efeitos digitais já que neste caso são extremamente necessários para retratar a baleia branca bem como compor boa parte das paisagens sendo que o filme foi gravado em estúdio e não exatamente no mar. A baleia surgindo sempre imponente como um enorme monumento branco em meio as águas do oceano parece ter uma personalidade própria, como se estivesse querendo dizer algo aos seus pretensiosos caçadores ou simplesmente demostrar que toda aquela extensão é seu território e de mais ninguém - um argumento que expressa bem o embate homem vs natureza e de certo modo torna a baleia um personagem respeitável e não apenas uma fera assassina dos mares como normalmente ocorre nos filmes hollywoodianos. Em outras palavras o imenso peixe não é um vilão.



  Com um ótimo elenco que traz Ben Wishaw, Michelle Fairley, Cillian Murphy e Tom Holland (o novo Homem-Aranha), Howard consegue fazer uma bela aventura de época e também um retrato da força da natureza representado na fúria do mar e na onipresença da baleia branca. Embora tenha fracassado injustamente nas bilheterias trata-se de mais uma obra na diferenciada filmografia de Ron Howard, um novo clássico para ser bem apreciado nos formatos digitais. (R.A.)

TRAILER




No Coração do Mar (In The Heart of the Sea, 2015)

Roteiro:Charles Leavit

Direção: Ron Howard

Elenco: Chris Hemsworth, Brendan Gleeson, Cillian Murphy, Ben Wishaw, Benjamin Walker, Michelle Fairley, Tom Holland.

Nenhum comentário:

Postar um comentário