terça-feira, 24 de maio de 2011

o primeiro justiceiro

The Punisher

Dolph Lundgren na pele do primeiro Justiceiro

  No ano de 1989, final da década de oitenta e prenúncio dos vindouros anos noventa, um famoso personagem das histórias em quadrinhos ganhava sua primeira adaptação para as telas do cinema - O Justiceiro (The Punisher) ganhava vida pela primeira vez na interpretação do então astro Dolph Lundgren, oriundo de vários filmes de ação que o tornaram bem conhecido entre os fãs do cinema físico demonstrando altas doses de carisma e testosterona, chegando a emagrecer cerca de onze quilos, além de realizar uma intensa preparação física em artes marciais e corrida para viver o personagem, segundo relatou em entrevista à revista norte americana Comic Scene, na época de lançamento do filme.
  Nesta aventura comandada pelo diretor Mark Goldblat, que dirigiu vários filmes de ação B na segunda metade da década de oitenta, o personagem Frank Castle é apresentado com um visual um tanto inusitado e diferente das histórias em quadrinhos, vestindo jaqueta de couro preta, mas sem a enorme caveira no peito, algo que deve ter decepcionado vários fãs do personagem. 
  Montando uma possante moto também de cor preta, o Justiceiro percorre as ruas e becos da cidade onde vive caçando criminosos e destruindo quadrilhas ou organizações criminosas. Assim como é mostrado em algumas aventuras dos quadrinhos, ele vive num lugar subterrâneo, localizado em uma galeria de esgoto onde vive em meio a um arsenal de armas de grosso calibre e objetos que são restos de lembranças de sua família, que fora morta brutalmente por criminosos  em anos anteriores, como é mostrado em flasbacks durante a narrativa.


  A ação do filme felizmente é rica em sua composição, respeitando o universo dos quadrinhos onde Castle enfrenta diversos tipos de criminosos, de mafiosos a gangsters em cenas brutais e chocantes - e neste filme o Justiceiro bate de frente com a Yakuza, a milenar máfia japonesa, infiltrada junto ao crime organizado dos Estados Unidos, o que rende ótimas cenas de lutas onde o ator sueco expõe toda sua habilidade marcial em confrontos com vários dublês japoneses que interpretam os integrantes da máfia japonesa.
  
Castle em confronto com a Yakuza
  Lundgren que é um ator razoável, esforça-se ao máximo para encarnar o personagem. Com os cabelos tingidos de preto e vestindo roupas de couro, que lembram muito o personagem Mad Max, Lundgren passa o filme todo ostentando uma aparência cansada, com olheiras profundas, ressaltas pela maquiagem, e o físico definido do ator naturalmente compõe a figura clássica do persongem de maneira correta.
  O elenco ainda conta com boas atuações de dois atores bem conhecidos da década de oitenta, Louis Gosset Junior, que interpreta um policial determinado que segue os passos de Frank Castle e o ator Jeroen Krabbé, que mais uma vez interpreta um vilão, algo bastante comum em sua carreira de ator coadjuvante.

Louis Gosset Junior

Jeroen Krabbé
  O filme teve pouquíssima expressão na época de seu lançamento e hoje está praticamente esquecido, assim como os filmes recentes de 2003, com John Travolta e Thomas e Jane e de 2008 com Ray Stevenson e Dominic West. O Justiceiro de Dolph Lundgren é portanto, o primeiro de uma trilogia de filmes injustiçados que só será lembrado por fãs que realmente valorizam as adaptações do maior caçador das histórias em quadrinhos. Afinal, a justiça tarda, mas não falha :)

Veja o trailer



Título original: (The Punisher)

Lançamento: 1989 (EUA)
Direção: Mark Goldblatt

Atores: Dolph Lundgren, Louis Gossett Jr., Jeroen Krabbé, Kim Miyori.

Duração: 92 min
Gênero: Aventura



2 comentários:

  1. Thomas Alex Bastos14 de junho de 2011 13:13

    Adoro esse filme, mesmo que o personagem esteja descaracterizado em relação aos quadrinhos!!!
    Acho que o Dolph matou mais bandidos nesse filme do que as outras duas versões juntas!!!

    ResponderExcluir
  2. Realmente pra mim esse éo melhor filme de O Justiceiro, uma pena que o personagem não faz uso de seu simbolo caracteristico, pelo menos no final do filme deveria de aparecer ele usando a tal caveira no peito, isso seria muito legau...

    ResponderExcluir