quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

clássico oitentista

A INVASÃO DOS ESTADOS UNIDOS
Uma pérola da ação oitentista



  Na metade da saudosa e cultuada década de oitenta estreava nos cinemas norte-americanos um filme que mais tarde viria se tornar um clássico da tv aberta aqui no Brasil - A Invasão dos Estados Unidos (Invasion USA, 1985), trazia o então astro Chuck Norris numa produção B de ação como tantas outras que divertiram o público que aprecia o cinema físico.
  Dirigido por Joseph Zito, que anteriormente dirigiu Norris em Braddock, Invasão dos Estados Unidos nada mais é que uma aventura exagerada e absurda que retrata a paranóia militarista daquela época fomentada pelo então presidente Ronald Reagan, afinal o mundo estava mergulhado no clima de tensão da Guerra Fria e especialmente a população norte-americana era a que mais poderia temer a possibilidade de um conflito armado entre Estados Unidos e União Soviética, e é nesse gancho que o enredo do filme se desenvolve .  

Rostov
  Na trama, Mikhail Rostov interpretado pelo ator Richard Lynch, é um terrorista russo que decide por conta própria invadir literalmente, os Estados Unidos. O motivo pra isso talvez seja a demora provocada pela Guerra Fria, o que impede um conflito bélico entre norte-americanos e soviéticos. Para executar tal plano, Rostov  reune uma equipe composta por mercenários e terroristas oriundos de várias partes do mundo e gradativamente inicia uma série de atentandos cada vez mais violentos e brutais com o objetivo de jogar os cidadãos norte-americanos uns contra os outros. Afinal, ninguem jamais imaginaria que os país estivesse sendo secretamente invadido por inúmeros terroristas comandados por um líder soviético.

  Porém a CIA percebe que o russo Rostov esta por trás dos misteriosos atentados que aterrorizam a população e dominam os noticiários televisivos.  Assim, o serviço de inteligência norte-americano decide entrar em contato com Matt Hunter (Chuck Norris), um agente da CIA aposentado que vive solitariamente nos pantanos da Lousiana, o homem mais indicado e com melhor conhecimento para caçar Rostov, pois ambos são velhos inimigos que ja se confrontaram alguns anos antes quando Hunter estivera numa missão em sua época de agente.

  Como várias produções oitentistas, Invasion USA é repleto de cenas inverossímeis e argumentos absurdos em seu roteiro, pois em momento nenhum é explicado como Hunter descobre o ponto exato em que os terroristas irão atacar, pois tudo o que ele consegue são informações básicas!!!! A partir do momento em que ele começa a agir, consegue impedir todos os ataques e matar os terroristas no momento preciso em que ocorreriam tais atentados. E como acreditar que um único homem é capaz de impedir tantas catástrofes??? É de se supor que tais terroristas deveriam ser uma organização criminosa muito bem estruturada capaz de empreender ataques em vários lugares ao mesmo tempo, algo impossivel de ser detido por um único agente que recusa até mesmo a ajuda da CIA.

Cartaz do cinema
 Considerando os argumentos implausíveis que norteavam certos filmes de ação da década de oitenta tais como Comando Para Matar, Stallone Cobra e outros similares, A Invasão dos EUA cumpre seu papel de produção B e não poupa o espectador em cenas violentas e brutais, pois Matt Hunter é um justiceiro tão cruel quanto os terroristas que ele caça e não hesita em torturar para obter informações ou matar quando julga necessário.
  Em meio a tantas cenas de ação exageradas, vale destacar entretanto, a memorável cena em que Matt Hunter invade o salão de um shopping center com sua poderosa caminhonete quebrando uma vidraça e logo em seguida trava um belo tiroteio com os vilões em meio a varias pessoas correndo assustadas pelo shopping em plena época de compras de natal. 


  Para muitos fãs de Chuck Norris este é considerado um de seus melhores filmes tendo sido reprisado exaustivamente na TV aberta tornando-se um pequeno clássico oitentista quase tão importante para os fãs quanto os superiores Braddock - O super comando ou Mcquade - O Lobo Solitário. Pode até divertir mas não chega a equiparar-se com outros filmes de Norris, o que na verdade pode justificar perfeitamente as famosas piadas que hoje popularizam o ex astro de ação em vários blogs e sites na internet. Afinal como não fazer piada com um filme que termina num absurdo duelo de bazucas?? Ironias à parte, o filme pode ser melhor apreciado em DVD por aqueles que não o conhecem ou pelos fãs mais nostálgicos.

Trailer
  

Invasion USA (1985, EUA)



Direção: Joseph Zito


Elenco: Chuck Norris, Richard Lynch, Melissa Prophet,Alexander Zale, Alex Colon, Eddie Jones, Jon DeVries,James O'Sullivan e Billy Drago.






2 comentários:

  1. Thomas Alex Bastos8 de dezembro de 2011 09:58

    Adoro esse filme. Um filme tosco, oitentista, Era Reagan até a medula, exagerado, sádico, violento e bobo - e por tudo isso, muito engraçado. Quer fazer uma sessão quadrupla inesquecível? Assista junto com "Desejo de Matar 3","Comando para Matar" e "Stallone Cobra" e sejam felizes! Aliás, por que será que não fazem mais filmes assim? Parece tão fácil...

    ResponderExcluir
  2. Pois é Thomas, mas A invasãos dos EUA e os filmes que vc citou não foram feitos de modo engraçado. Aliás, são filmes que "levam-se" a sério demais. Note que atualmente há filmes mais voltados à paródia.

    ResponderExcluir